Página inicial > AÇÃO TERRA > Movimentos Socias > Movimentos Socias

Movimentos Socias

Matérias desta seção


Lia Pinheiro Barbosa, Peter Michael Rosset

Movimentos sociais e educação do campo na américa latina (Movimentos Socias)

Aprendizagens de um percurso histórico
segunda-feira 6 de novembro de 2017 por LRAN

O Brasil tem sido emblemático no debate político da Educação do Campo, uma luta do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e das organizações da Via Campesina Brasil, e que articula a reivindicação da democratização do acesso à educação para os povos do campo no marco das políticas públicas. Para o caso brasileiro, foram fundamentais as conquistas no campo jurídico e das políticas públicas, como as Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do
Campo, o PRONERA e a Política Nacional de Educação do Campo, sobretudo por romper com o histórico latifúndio do saber e do conhecimento, consolidado no Brasil. Neste artigo destacamos que o projeto educativo-político da Educação do Campo ultrapassou as fronteiras locais e nacionais, estabelecendo pontes de diálogo e aprendizagens com outras organizações e movimentos sociais do campo na América Latina, em particular com a Via Campesina / Coordenadora Latino-Americana de
Organizações do Campo (LVC/CLOC). O presente artigo pretende delinear algumas destas aprendizagens da Educação do Campo em perspectiva latino-americana, no intuito de destacar seu papel na consolidação de um Paradigma Epistêmico do Campo e de uma Pedagogia Camponesa Agroecológica.



Lia Pinheiro Barbosa, Peter Michael Rosset

Educação do campo e pedagogia camponesa agroecológica na américa latina (Movimentos Socias)

Aportes da la Via Campesina e da CLOC
segunda-feira 6 de novembro de 2017 por LRAN

Somos testemunhas de uma feroz disputa territorial contemporânea entre diversas expressões do capital e de movimentos como a La Via Campesina (LVC) e a Coordinadora Latinoamericana de Organizaciones del Campo (CLOC). Nessa disputa, a agroecologia emerge como matriz produtiva e projeto político de enfrentamento do capital no campo, construída em uma perspectiva politizada e a partir de um sujeito
histórico. Neste artigo, analisamos a concepção de educação agroecológica
da LVC/CLOC em sua dimensão política e práxis pedagógica, que poderia
denominar-se Pedagogia Camponesa Agroecológica. Abordamos os temas
dos territórios em disputa e a agroecologia, e o papel teórico e político
das epistemes que emergem dessas experiências na elaboração de projetos
educativos e na práxis política.



uma análise das políticas de formação da Via Campesina América do Sul

Consciência e territorialização contra-hegemônica (Movimentos Socias)

Andréa Francine
segunda-feira 15 de maio de 2017 por LRAN

O presente livro é fruto de uma investigação de mestrado realizada no
programa de pós-graduação em Geografia da Unesp, campus de Presidente
Prudente, no período de 2011 a 2013.



Conferência internacional da Reforma Agrária lança declaração final (MST)

Confira a declaração final da Conferência Internacional da Reforma Agrária, realizada entre 13 e 17 de abril, em Marabá-PA.
sábado 30 de abril de 2016 por LRAN

Após se reunirem por cinco dias em Marabá-PA, os 130 delegados de quatro continentes do globo lançaram a Declaração de Marabá, documento síntese das discussões da Conferência Internacional da Reforma Agrária. Confira o texto na íntegra abaixo



Classe camponesa: modo de ser, de viver e de produzir (MST)

sexta-feira 26 de fevereiro de 2016 por LRAN

A diversidade camponesa e o seu modo de ser, de viver e produzir, Elementos
para o debate sobre Campesinato, A lógica da Economia Camponesa,
Campesinato é classe, Marx e o Campesinato.



5 Anos de Agroecologia em La Vía Campesina

De Maputo a Jacarta (Movimentos Socias)

Comissão Internacional sobre a Agricultura Camponesa Sustentável
quinta-feira 5 de setembro de 2013 por LRAN

No presente volume, oferecemos alguns dos principais documentos produzidos durante
os últimos cinco anos, que proporcionam ao leitor uma ideia, tanto da luta política para
defender a agricultura camponesa sustentável, como do processo prático de apoiar os
processos de agroecologia que são realizados pelas organizações-membro e as regiões.



O dilema da Reforma Agrária no Brasil do agronegócio (MST)

Por João Pedro Stedile Da Coordenação Nacional do MST Em CartaCapital
quarta-feira 13 de fevereiro de 2013 por LRAN


Primeiro Encontro Mundial sobre Agroecologia e Sementes Camponesas

Declaração de Surin (Movimentos Socias)

6 a 12 de Novembro de 2012
quarta-feira 13 de fevereiro de 2013 por LRAN
Surin, Tailândia. Os delegados da Via Campesina Internacional, que representam as organizações membro regionais, encontram-se em Surin, província de Tailândia, na Asia, para o primeiro encontro global sobre agroecologia e sementes. O principal objetivo é, para a Via Campesina, trocar experiências e (...)


Revolução agroecológica: o movimento de camponês a camponês (Movimentos Socias)

sábado 5 de maio de 2012 por LRAN
Este livro é sobre como em uma ilha - Cuba - se desenvolveu um movimento que se tornou exemplo para todo mundo. Um exemplo que certamente seria impossível sem a convicção e o esforço das famílias camponesas cubanas. Em apenas uma década, o Movimento agroecológico "De camponês a camponês", da Associação (...)


Conflitos no Campo Brasil (Movimentos Socias)

CPT disponibiliza todas as publicações de 1985 a 2010
segunda-feira 2 de abril de 2012 por LRAN


Página inicial | Contato | Mapa do site | | icone statistiques visites | info visites 953911

Acompanhar a vida do site pt_br  Acompanhar a vida do site AÇÃO TERRA  Acompanhar a vida do site Movimentos Socias   ?

Site realizado com SPIP 3.0.20 + AHUNTSIC

Creative Commons License